image1 image2 image3

AQUANIMAL |SEJA BEM VINDO|AO BLOG MAIS ANIMAL DA INTERNET| ACOMPANHE NOSSAS NOVIDADES

O icônico Peixe-Palhaço





Com o sucesso da animação “Procurando Dory” saindo, nós queremos dar a vocês algumas dicas importantes para manter o igualmente famoso “peixe palhaço” feliz e saudável em seu aquário.

O Nemo personagem de desenho animado foi inspirado por um peixe Amphiprion Ocellaris “palhaço”. Graças aos filmes da Pixar, peixes-palhaço tornaram-se o peixe de aquário marinho mais icônico. O que alguns de vocês podem não saber é que na verdade existem duas espécies diferentes de peixes palhaço que parecem muito semelhantes; o Ocellaris e o Percula peixe-palhaço. No comportamento e cuidados, os requisitos para estes peixes são muito semelhantes.
O nome comum "Peixes do palhaço" pode realmente ser usado para fazer referência a qualquer uma das trinta espécies diferentes nesta família de peixes que também são conhecidos como Anemofish ou “peixe-anêmona” que nadam de forma desalinhada e engraçada.

A coisa mais legal sobre esses peixes laranja, alguns de cores pretas e brancas é que eles são peixes muito resistentes para viverem em aquários. Muitos dos peixes palhaço que você vê em lojas de aquarismo locais são criados em cativeiro; o que reduz significativamente o impacto ao meio ambiente.

Outro aspecto positivo da reprodução em cativeiro é a o surgimento de peixes-palhaço com design único. Isto acontece através da seleção reprodutiva, onde muitos desses padrões visuais do peixe-palhaço ficam surpreendentes, tanto na coloração quanto outros traços físicos que os tornam ainda mais desejáveis para aquaristas amadores. 
Picasso, Mocha Ice e Da Vinci são apenas alguns dos nomes exclusivos dados a esses peixes com design tão bonito.

Peixes-palhaço também são chamados como “peixe-anêmona” ou Anemofish, porque eles formam uma relação simbiótica com anêmonas do mar que é mutuamente benéfico. Peixes-palhaço evoluíram para se tornarem resistentes às queimaduras de anêmonas do mar e passam a vida vivendo entre os tentáculos da anemona. Os tentáculos urticantes das anêmonas mantêm distantes predadores do peixe-palhaço; enquanto o peixe-palhaço fornecer nutrientes para a anêmona e manter outros peixes hospedeiros para bem longe de prejudicar sua então melhor amiga.

O comportamento mais fascinante de formar um relacionamento com uma anêmona pode ser visto justamente dentro de um aquário, mas parece que nem todos os peixes-palhaço são exigentes em termos de acolhimento. Temos visto palhaços em vários tipos de corais, incluindo Frogspawn, corais Flowerpot, corais Cogumelos, de Couro, Xenia e até mesmo algas marinhas! Por outro lado, alguns peixes-palhaço se recusam a serem hospedes dentro de qualquer coisa, não importa o que você tenha no aquário.

Em geral, em cada anêmona existe um "harém" que consiste em uma fêmea grande, um macho menor e outros machos não reprodutivos ainda menores. No caso de a fêmea ser removida, o macho reprodutor muda de sexo, num processo dito protandria, e o maior dos machos não reprodutivos torna-se reprodutivo.

Peixes palhaço podem crescer até o tamanho máximo de cerca de 10 centímetros de comprimento e podem facilmente serem mantidos em um aquário de 80 litros ou superior. Eles podem ser criados sozinhos ou em pares. Mantê-los em grupos é possível, mas pode ser muito desafiador, pois o comportamento agressivo vai crescer entre os peixes à medida que amadurecem.

Peixes-palhaço são um dos melhores e mais populares peixes para aquaristas de água salgada. Eles são muito resistentes e facilmente se adaptam ao ambiente de aquário. Eles são muito territoriais, especialmente quando estão em época de reprodução. Se você pretende manter outras espécies de peixes no aquário, verifique se será grande o suficiente para dar o peixe-palhaço bom espaço e abrigos.

Muitos amadores mantem os peixes-palhaço em casais e não é incomum para o peixe-palhaço se reproduzir dentro de seu aquário. No entanto, os filhotes que nascem serão rapidamente consumidos por ambos os pais e outros peixes no tanque se os ovos não são removidos para um aquário de criação separado. Alimentar peixes-palhaço novos pode ser uma tarefa complicada, porque precisa de alimento apropriado e equilíbrio nos parâmetros da água, algo difícil de estabelecer nas quantidades adequadas, mantendo as condições de água ideais para sobreviverem.

Palhaços são naturalmente onívoros e se alimentam principalmente de zooplâncton e ocasionalmente do próprio tentáculo da anêmona. Alimenta-los com uma boa variedade de alimentos granulados ou pellets de alimentos congelados e preparados funciona muito bem para o peixe-palhaço.
Uma vez estabelecidos em um aquário, eles serão comedores vigorosos sem grandes exigências alimentares.

O trabalho da Disney Pixar realmente inspirou toda uma nova geração de aquaristas e trazer boas dicas e nosso conhecimento para garantir o sucesso no Hobbie é sempre nosso prazer.

Até breve.

Compartilhe:

CONVERSATION

0 comentários:

Postar um comentário