LENDA? MISTURAR OU NÃO AFRICANOS DO LAGO MALAWI E TANGANYKA


LENDA? MISTURAR OU NÃO CICLÍDEOS AFRICANOS DO LAGO MALAWI E TANGANYKA - leitura de 5 minutos

TODOS OS DIAS, CLIENTES NOS PASSAM QUE LERAM INFORMAÇÕES DE QUE NÃO DEVEM MISTURAR OS PEIXES DOS DIFERENTES LAGOS, MAS QUE NÃO ENTENDERAM.

Na internet muitos aquaristas não recomendam misturar os ciclídeos africanos dos dois lagos, alegando que alguns ciclídeos do lago Tanganyka como os Tropheus, são vegetarianos, e outras informações que acabam confundindo o aquarista. Abaixo numa leitura rápida com uma linguagem não técnica para tentar desmitificar o assunto para você!

Aqui na Aquanimal por mais de 20 anos mantivemos no nosso aquário vitrine de 3 metros na frente da loja ciclídeos africanos dos dois lagos sem problemas e com muitas reproduções. Incluindo desovas de  Tropheus que se reproduziam mensalmente. Milhares de clientes chegaram a conhecer esse famoso aquário aonde regularmente as fêmeas de Tropheus ficavam "bocudas" devido a desova que estavam tomando conta dentro da boca! Infelizmente na nossa nova loja não temos mais esse aquário vitrine para mostrar que um lindo aquário de ciclídeos africanos pode ter espécies dos dois lagos ao mesmo tempo, mas basta você ler o artigo até o final para entender que um aquário pode ter as espécies juntas!

Então por que esse assunto chega a ser uma lenda e a informação de que peixes dos dois lagos não podem ser misturados é passada aos hobbistas?

A RESPOSTA: PURA DESINFORMAÇÃO!

Abaixo os principais pontos sobre esse tema tão polêmico:

1-ALIMENTAÇÃO:

A maioria pensa que peixes do lago Malawi são carnívoros e Tropheus (Tanganyka) são vegetarianos.

Muitas marcas de ração, pioram a situação do tema, colocando nas embalagens de ração a base de spirulina ou outros vegetais, várias fotos de Tropheus. Os Tropheus não são 100% vegetarianos, e infelizmente vemos muitos clientes perdendo esses peixes por usar somente uma ração a base de vegetais, aonde eles vão se definhando por falta de uma dieta mais rica e equilibrada. Ou seja problema causado por puro marketing. 

A verdadeira questão é que Tropheus tem somente digestão intestinal, por isso dependendo da qualidade da ração que recebem, acabam tendo problemas de infecção interna chamado "bloat". Este termo inglês é usado porque eles incham devido a infecção no aparelho digestivo como se fossem explodir. Para uma explicação mais simples: eles tem uma digestão delicada pois não tem uma primeira digestão estomacal, e por isso não podem comer ração a base de "carne vermelha/e ou proteína de baixa qualidade" comumente  usada na elaboração da maioria das ração disponíveis no mercado. Mesmo para peixes do Lago Malawi como Aulonocaras e Mbunas, recomendo rações que não sejam para carnívoros pois acabam ficando mais agressivos, o que já por natureza o são.

Então como proceder se pretendo ter peixes dos dois lagos? Procure usar ração para peixes marinhos que na maioria tem composição muito superior ou rações premium como a Dr Bassleer elaboradas a base de pescados escandinavos selvagens, que podem ser usadas para todos os tipos de peixes, inclusive Tropheus, e desta forma todos num mesmo aquário. 

2-QUALIDADE DE ÁGUA

Na internet você acha outra pérola do aquarismo quando chegam ao absurdo de dizer que os africanos do Lago Tanganyka são muito delicados e que você precisa de um aquário especial somente para eles. Se você entender que um ciclídeo do Lago Malawi como um Socolofi que suporta até pH ácido, um pouco de amônia, nitrito, nitrato altíssimo, oxigenação baixa e temperatura alta, sem morrer ou ficar doente, você  entende qual nível de comparação estamos falando! E isso não é justo, nem boa referência para comparar nível de resistência entre os peixes dos dois lagos.

Não é porque os ciclídeos do Lago Malawi conseguem "sobreviver" em uma água muito ruim e seus primos do lago Tanganika serem exigentes ou frescos, que você tem que ter dois aquários diferentes. Você deve ter um bom aquário com boa qualidade de água, seja ele feito para peixes do Malawi ou do Tanganika, ou se desejar um aquário misto.

Todos os ciclídeos africanos preferem água fresca com temperatura de no máximo 25C, bem oxigenada, pH alcalino acima de 7.6, dureza de GH e KH acima de 5, e não gostam de nitrato acima de 50 ppm. Sejam eles do Lago Malawi ou Lago Tanganyka!

E nunca é exagero procurar ter uma boa qualidade de água, os peixes merecem e agradecem!  

Aqui na Aquanimal mantemos todos eles em pH ligeiramente alcalino e dureza baixa pois semanalmente temos clientes que estão iniciando um aquário de ciclídeos africano, e muitas vezes nem medem dureza de GH nem de KH, muitas vezes tem teste de pH que somente mostra valores até 7.4 e nem sabem o que é nitrito ou nitrato. Desta forma deixamos nosso estoque de venda preparados para todos os tipos de clientes seja iniciante ou profissional. Nossos peixes à venda entrando num aquário com os parâmetros de água mais corretos ficarão felizes, mas se depararem com um aquarista menos experiente, não levarão um choque tão grande para pior.

Espero que esse artigo tenha ajudado a desvendar essa lenda, e caso você não concorde ou tenha outras dúvidas por favor coloque seu comentário abaixo que responderei assim que possível.

Obrigado e boa leitura, 

Aquanimal

William Sugai - Consultor em aquarismo

Comentários

  1. Fantástico.... Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo cuidado com o pH pois já perdi peixes por comprar em lojas onde eles estavam em pH bem diferente do meu aquário já descobri que o pH estava 6.6 enquanto que o ideal seria 7.5, resultado perdi o peixe por choque de pH.

    ResponderExcluir

Postar um comentário